segunda-feira, dezembro 29, 2008

Benquerença - Madeiros

A tradição não ficou por mãos alheias este Ano. A quantidade de madeiros está bem à vista.
Não choveu, o frio era muito, e o povo lá se foi revezando, umas vezes de frente outras de costas à aquecer-se nos Madeiros.
Claro que o convivio foi constante e salutar. Muitos são aqueles que damandam paragens longínquas, mas na hóra , estão presentes.




Na rua o frio apartava e os madeiros faziam pouca chama. Já não é como dantes, e as cacetadas?










E há aqueles que trocam os madeiros por um lugar mais confortável e com a pinga mais a jeito.








O dia seguinte amanhece calmo e são visíveis os efeito de uma noite longa.








7 comentários:

Anónimo disse...

Espero que desta vez não tenham usado pneus para aquilo atear mais depressa, como o fizeram noutros anos. Faz um cheiro horrivel e é mau para o ambiente! Mais uma vez não estive presente, fica para o ano...

André Canilho disse...

Pelo menos não foi usada a quantidade de combustivel que usaram aqueles que tiveram o maior madeiro do país...

Mas quanto a mim fazem madeiros maiores porque no convivio não há ninguém que chegue ao pessoal da Benquerença...
Força nisso pessoal...

Anónimo disse...

Gostava de saber quem é o nabisk ....nome dos pais ... para me situar na benquerença...email segue em anexo.

naki disse...

Este ano fui lá mas não tive o prazer de apanhar quente de frente e frio de trás daquele madeiro. Nem sequer toquei na chicha!

Daniela Fernandes disse...

Foram dois durissimos dias para fazer aquele que foi o melhor madeiro de smp... o da malta de 89`=)

A Lourenço disse...

Voltei a dar uma olhada nas tuas fotos. Estás a ficar cada vez melhor.

Aviso à malta dos cinquentas onde me incluo. Estamos a ficar cada vez mais gordos... Porque será?

Cátia Pinto disse...

o melhor madeiro de sempre...o da Malta de 89, claro ! tivemos bem pessoal :)