quarta-feira, dezembro 28, 2011

Benquerença - Madeiros 2011

E foi já muito perto do dia H domingo 18, que a rapaziada, cedo se levantou, e transportou para o adro, os ditos madeiros que ocupavam nove reboques de enormes troncos. À animação pelos visto foi enorme devido ao imenso tempo gasto.A noite já ia longa, mas tudo ficou arrumadinho para que o menino Jesus não morresse de frio à nascença.


Tudo a postos. Até o pavimento era improvisado, mas satisfatório.


Pela noite de Natal a fora, muitos foram os que foram passando pelos madeiros na tentativa de conseguir estar alguns minutos a usufruir do imenso calor. Outros iam aproveitando a oferta de um copo que a rapaziada do ano fazia questão de oferecer.


No dia de Natal pela manhã quando muitos ainda dormiam, alguém ajudava o Paulo a dar um aconchego no grande monte de brasas que teimavam em manter-se activas.


Os campeões da noitada, a estas horas, 8 da manhã. Quem não acredita que estavam fresquíssimos?Nem a Cristina escapou a dormir mais um pouco.

2 comentários:

Observador disse...

Um verdadeiro trabalho comunitário.

naki disse...

Estava-se bem nos madeiros, quentinho. Para o ano lá estarei.